Tenho sede de amor

Eu sou a verdadeira fonte da lei e vós deveríeis ser reflexo disso, e como vos venho afirmar que é uma lei de amor, é preciso que sejais apóstolos cheios de amor, para procurar almas de amor e de ternura para o Meu reino de amor sobre todos os homens.

God-the-father-300x284Meus filhos, Eu sou a fonte de toda a graça e de todo o bem, mas sou também um abismo de amor. Já considerastes o oceano infinito da Minha misericórdia? Vinde agora, olhai e considerai este abismo do meu amor. Não vos direi mais nada agora, porque não é agora, nestas páginas, que revelarei os Meus pensamentos mais íntimos, mas com o tempo, quando vir que esta comunicação foi aceita pela humanidade ou, pelo menos, que o Meu Filho e Meu representante na terra tenha acedido aos Meus desejos.

Quando tiro um ser do nada, quando tomo um pedaço de lama, elemento da terra, para criar um homem, dou-lhe qualquer coisa de grande, qualquer coisa que vem de Mim: é a alma, o espírito. Assim, quando um homem aparece no mundo, ele já é grande, porque tem nele esse tesouro de beleza que vem de Deus e torna a sua alma divina. Se o homem é criado por Mim, deve viver de Mim, Sem isso não poderia viver, seria como um peixe fora da água; mas o Meu amor nele dá-lhe a vida a cada instante.

E para o sustentar, dou-lhe o ar, a chuva, o sol, o calor, o frio. Alimento-o, visto-o… E o mesmo em nível espiritual. dou-lhe todos os sacramentos, os mandamentos, as orações, o Santo Sacrifício , todos os meios que me sugeriu o Meu amor.

Concluí, pois, oh homens, que tudo, mesmo tudo, vem de Mim. O que Me levaria a fazer tudo isto, senão o Meu amor por vós, o Meu amor infinito.

Olhai agora, como Me despojo da Minha glória, como venho e Me faço pequeno para Me familiarizar com os meus filhos, porque tenho sede de amor. Tenho sede de vos enriquecer cada vez mais, ofereço-vos novas graças e mostro-vos aquelas que deixais passar sem qualquer proveito para a vossa alma, porque não fazeis uma pequena idéia da Minha bondade e do Meu amor.

Tudo o que faço, meus filhos, é apenas por vos amar tão profundamente. Sabei que vós precisais de tudo e que tudo vos vem só de Mim. Não posso penetrar mais no fundo deste abismo, porque se Eu vos revelasse a plenitude do Meu amor por vós, estaríeis perante o maior mistério entre todos os mistérios.

Concluí, pois, que estais imersos no Meu amor como o peixe na água e sabei reconhecer a vossa dependência de Mim, dizendo: “Venho de Deus, meu Pai, e torno a Ele porque apenas a Ele pertenço”.

Antes de terminar esta Mensagem quero exprimir um desejo a um certo número de almas consagradas ao meu serviço. Estas almas sois vós, sacerdotes, religiosos e religiosas. Vós estais consagrados ao meu serviço, quer na contemplação, quer nas obras de caridade e de apostolado. Da minha parte, é um privilégio da minha Bondade; da vossa parte, é a fidelidade à vocação pela vossa boa vontade.

Esse desejo, ei-lo: vós que compreendeis mais facilmente o que Eu espero da humanidade, rezai-Me, a fim de que Eu possa levar a cabo a Obra do meu Amor em todas as almas. Sabeis as dificuldades que é preciso vencer para ganhar uma alma! Ora bem, eis o meio mais eficaz que vos facilitará a obtenção de uma grande multidão de almas para Mim: tal meio é precisamente, fazer-Me conhecer, amar e honrar pelos homens.

Antes de mais desejo que sejais vós os primeiros a começar. Que alegria para Mim entrar em primeiro lugar nas casas dos sacerdotes, dos religiosos e das religiosas!

Que alegria encontrar-Me como Pai entre os Filhos do meu Amor! Conversarei convosco como com amigos, os meus íntimos! Serei para vós o mais discreto dos confidentes! Serei o vosso Tudo, que vos bastará para tudo! Serei sobretudo o Pai que acolhe os vossos desejos, cumulando-vos com o Seu Amor, os Seus benefícios, a Sua universal ternura!

Não Me recuseis esta alegria que Eu desejo saborear entre vós! Restituir-vos-ei ao cêntuplo e uma vez que Me honrais, também Eu vos honrarei, preparando-vos uma grande glória no meu Reino!

Eu sou a Luz das luzes: onde ela penetrar haverá a Vida, o pão e a felicidade. Esta Luz iluminará o peregrino, o cético, o ignorante; ela iluminar-vos-á a todos , ó homens que viveis neste mundo cheio de trevas e de vícios! Se não tivésseis a minha Luz cairíeis no abismo da morte eterna!

Esta Luz, enfim, iluminará os caminhos que conduzem à verdadeira Igreja Católica, para os seus pobres filhos que ainda são vítimas das superstições. Mostrar-Me-ei o Pai dos que sofrem mais ao cimo da terra, os pobres leprosos.

Mostrar-me-ei o Pai de todos estes homens que são abandonados, excluídos de toda a sociedade humana. Mostrar-Me-ei o Pai dos aflitos, o Pai dos doentes, sobretudo o Pai dos agonizantes. Mostrar-Me-ei o Pai de todas as famílias , dos órfãos, das viúvas, dos presos, dos operários, e da juventude. Mostrar-Me-ei Pai em todas as necessidades. Enfim, mostrar-Me-ei o Pai dos Reis, das suas Nações!

E todos sentireis as minhas Bondades, todos sentireis a minha proteção e todos vereis o meu poder.

Recebei todos a minha Paternal e Divina Benção, Amém!

Especialmente para o meu Filho e Representante, Amém!
Especialmente para o meu Filho Bispo, Amém!
Especialmente para o meu Filho, o teu pai espiritual,
Amém!
Especialmente para as minhas Filhas, as tuas Madres,
Amém!
E para toda a Congregação do meu Amor, Amém!
E para toda a Igreja e todo o Clero, Amém!
Uma benção muito especial para a Igreja do Purgatório,
Amém!

Amém!”.