Aprendei a conhecer-Me melhor e a amar-Me

O Segundo Caderno começa a 12 de Agosto de 1932.
Um dia o demônio pegou nele e cortou-lhe o princípio, com uma tesoura.

2245518691_42cb3ea2a7-300x168“Eu venho abrir uma Fonte de Água Viva que, desde hoje até ao fim dos tempos, nunca mais secará. É a vós, minhas criaturas, que Eu venho, para vos descobrir as minhas entranhas paternais apaixonadas de Amor por vós, meus filhos, e quero que sejais testemunhas do meu .Amor infinito e misericordioso. Não Me basta ter-vos mostrado o meu Amor: quero também abrir-vos o meu Coração, donde sairá uma Nascente refrescante, onde todos os homens se poderão desalterar. Eles hão-de então saborear as alegrias que até agora não tinham conhecido, por causa do peso imenso do temor exagerado que tinham de Mim, seu terno Pai.

Foi desde que prometi um Salvador aos homens que fiz brotar esta Fonte e fi-la passar pelo Coração do meu Filho para chegar até vós. (Esta Fonte, desde que Ele me fala dela, vejo-a todos os dias.) Mas o meu imenso Amor por vós impele-Me a fazer ainda mais, abrindo o meu Seio, donde brotará esta água de salvação para os meus filhos, e Eu permito-lhes ir aí buscar livremente tudo o que lhes é necessário para o tempo e para a Eternidade.

Se quereis sentir o poder desta Fonte de que vos falo, aprendei primeiro a conhecer-Me melhor e a amar-Me como Eu desejo, quer dizer, não só como vosso Pai, mas também como vosso Amigo e vosso Confidente.

Porque vos admirais com o que vos digo? Não vos criei à minha Imagem? Fiz-vos à minha Imagem, para que não estranheis quando falais e vos familiarizais com o vosso Pai, vosso Criador, vosso Deus, porque vos tornastes, pela minha misericordiosa Bondade, os filhos do meu Amor Paterno e Divino.

Dado que o meu Filho está em Mim e Eu estou n’Ele, o nosso mútuo Amor que é o Espírito Santo, que nos mantém unidos por esse laço de Caridade, que faz com que sejamos apenas Um.

Ele, o meu Filho, é o reservatório desta Fonte, para que os homens possam ir beber ao Seu Coração, que está sempre cheio, a transbordar, da Água da Salvação! Mas deveis experimentar esta Fonte que o meu Filho vos abre, para vos convencerdes de que ela é refrescante e agradável! Então, vinde a Mim pelo meu Filho, e quando estiverdes ao pé de Mim, confiai-Me os vossos desejos. Mostrar-vos-ei esta Fonte dando-Me a conhecer, sereis desalterados, refrescados! Os vossos males serão curados, os vossos temores desaparecerão; a vossa alegria será grande e o vosso amor encontrará um repouso que nunca até agora tinha saboreado!

Mas como – dir-me-eis vós – podemos ir a Vós ? Ah, vinde pelo caminho da confiança, chamai-Me vosso Pai, amai-Me em espírito e verdade, e isto bastará para que esta água refrescante e onipotente vos desaltere.

Mas se quereis verdadeiramente que ela vos dê tudo o que vos falta para Me conhecer e amar, e se a achais fria e indiferente, chamai-Me somente pelo doce nome de Pai e Eu virei a vós. A minha Nascente dar-vos-á o amor, a confiança e tudo o que vos falta para serdes sempre amados pelo vosso Pai e Criador.

Dado que Eu desejo sobretudo dar-Me a conhecer a todos vós, para que possais usufruir todos, mesmo nesta Terra, da minha Bondade e da minha Ternura, fazei-vos apóstolos junto daqueles que ainda não Me conhecem, e Eu abençoarei os vossos trabalhos e os vossos esforços, preparando-vos urna grande glória junto de Mim, na Eternidade!

Eu sou o Oceano da Caridade, meus Filhos, eis uma outra prova do Amor Paterno que tenho por vós todos, sem exceção, seja qual for a vossa idade, o vosso estado, o vosso País. Não excetuo mesmo as diversas sociedades, as seitas, os fiéis, os infiéis, os crentes, os indiferentes, encerro neste Amor todas as criaturas dotadas de razão cujo conjunto forma a Humanidade.

Esta prova, ei-la: Eu sou o Oceano da Caridade!

Dei-vos a conhecer a Fonte que brota do meu Seio para vos desalterar e agora, para que saboreeis como Eu sou Bom para todos, vou mostrar-vos o Oceano da minha Caridade universal, para que vós vos lanceis nele de olhos fechados. Porquê? Porque, mergulhando neste Oceano, as almas que se tornaram gotas amargas com os vícios e os pecados, perderão o excesso de amargor neste banho de Caridade Elas sairão dele melhores, felizes por terem aprendido a ser boas e cheias de caridade. Se vós, por ignorância ou por fraqueza, voltais a cair no estado de uma gota amarga, Eu continuo a ser um Oceano Caridade, pronto para receber esta gota amarga para a transformar em Caridade, em Bondade, e para fazer de vós santos como Eu sou, EU, o vosso Pai.

Quereis, meus Filhos, passar a vossa vida na Terra na paz e na alegria? Vinde lançar-vos neste Oceano imenso e permanecei aí para sempre; continuando a utilizar a vossa vida com o trabalho, esta mesma vida será santificada pela Caridade.

Quanto aos meus filhos que não estão na verdade, Eu quero, com mais razão ainda, cobri-los com as minhas paternas predileções, para que abram os olhos à luz que, neste tempo, resplandece mais sensivelmente do que nunca.

É o tempo das graças previsto e esperado desde toda a Eternidade! Estou, aqui, em Pessoa para vos falar; venho como o mais terno e o mais amante dos Pais. Abaixo-Me, esqueço-Me a Mim próprio para vos elevar até Mim e assegurar a vossa salvação.

Vós todos, que viveis hoje, e também vós que ainda estais no nada mas que vivereis de século em século até o fim do mundo, pensai que não viveis sozinhos, mas que um Pai, acima de todos os Pais, vive junto de vós, vive mesmo em vós, pensa em vós e oferece-vos a oportunidade de participar nas incompreensíveis prerrogativas do seu Amor.